14 de jul de 2014

Eu estou doente


Não sonho mais, não fumo mais, já nem sequer tenho histórias. Sou sujo sem você. Sou feio sem você. Como um órfão num dormitório, não tenho mais vontade de viver a minha vida. Minha vida pára quando você parte. Eu não tenho mais vida, e até a minha cama, se transforma num cais, quando você se vai.

Estou doente, completamente doente, como quando a minha mãe saía à noite, e me deixava sozinho com meu desespero. Estou doente, perfeitamente doente. Você chega, nunca se sabe quando. Você parte, não se sabe nunca para onde. E já vai fazer dois anos que você não dá a mínima!

Como um rochedo, como um pecado, eu estou agarrado a ti. Estou cansado, estou exausto, de aparentar felicidade quando eles estão aqui. Eu bebo todas as noites, mas todos os whiskies para mim tem o mesmo sabor. E todos os navios levam tua bandeira. Não sei mais para onde ir, você está em todo lugar.

Verto o meu sangue em teu corpo, e sou como um pássaro morto, enquanto você dorme. Você me privou de todos os meus cantos. Você me esvaziou de todas as minhas palavras; no entanto, eu tinha talento antes da tua pele,

Esse amor me mata. Se continuar assim, vou morrer sozinho... comigo, perto do meu rádio, como uma criança idiota, ouvindo minha própria voz que cantará.

É isso! Estou doente! Você me privou de todos os meus cantos. Você me esvaziou de todas as minhas palavras. E eu tenho o coração completamente doente cercado de barricadas. Está ouvindo? Estou doente...