10 de jul de 2012

Solidão que não escolhi


Vendo uma foto sua, me imagino ao seu lado. Me vejo tão longe de você agora. Parece ser que o destino não quer que estejamos juntos.

Essa solidão me corrói tanto, mas eu ainda consigo aguentar. A vida sem seu amor é tão escura e negra pra mim. Há uma neblina cobrindo minha felicidade e uma chuva fria que se mistura com minhas lágrimas.

Meu pensamento vai até você, meu coração deseja ter você por perto, mas você não pode estar. Esse silêncio em meu interior me diz que sua falta é grande.

O banco que você costumava sentar está vazio, não há ninguém que possa ocupar o lugar que um dia você já ocupou.